Dia Mundial da Língua Portuguesa

O ano de 2020 marca a primeira comemoração do Dia Mundial da Língua Portuguesa e o dia escolhido é 5 de maio, proclamado pela 40.ª Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em novembro de 2019.

A língua portuguesa é uma língua global, com uma multiplicidade de vozes que a tornam tão característica e tão particularmente encantadora, afirmando-se enquanto língua de ciência, de cultura, de economia, de diplomacia e de paz.

E a melhor forma para a comemorar é usá-la dando especial realce à sua beleza à sua riqueza. Aqui fica o meu modesto contributo.

Esta língua portuguesa

Que língua é esta que permite rimar

Liberdade, dignidade, lealdade

Com desigualdade, maldade, crueldade?

Que língua é esta que permite rimar

Ciência, sapiência, inteligência,

Com violência, insolência, indolência?

Que língua é esta que tem coração, união e paixão

E deixa entrar a solidão e a corrupção?

Que língua é esta que tem pão

E deixa entrar a fome e a palavra não?

São apenas aparentes contradições

De uma língua viva, plena de emoções!

Porque esta é uma língua apaixonada

Que faz o amor ter sabor a romã.

É uma língua que permite rumar a sul

E perder o norte

Na dança do planeta azul.

É a língua que fica a ver estrelas

Nas noites em branco.

É uma língua de braços abertos

E de mão beijada

Tem o coração ao pé da boca

E em lágrimas se desfaz.

É a língua casamenteira

Que não dá ponto sem nó

Casa o quadro com a quadra

O cigarro com a cigarra

E faz a festa da palavra.

É uma língua maiúscula

Com sabor a mar

E sabor a mel

Com sabor a sol

E sabor a sal

Com sabor a lua

E sabor a céu

Com sabor a rosas

E sabor a vento.

Esta é a língua

Que tem a palavra chuva

E cheiro a terra molhada

Que tem a palavra praia

E o cheiro da maresia

Que tem a palavra flor

E cheira a jasmim

Que tem a palavra calor

E o perfume do amor.

Esta é a língua

Para musicar e cantar

Para falar e ronronar

Para respirar e saborear

E, ainda, imaginar.

Esta é a língua

Que tem a cor dos girassóis

E da melancia

Que faz rimar

Melodia e harmonia.

Abençoada língua esta

Que permite rimar

Agasalhar e beijar

Criticar e desabafar

Pensar e gritar

Viajar e poemar.

Uma língua assim de tudo é capaz.

Com esta arma se constrói a paz!

Ana Paula Oliveira

Leave a Reply

RECEBE NOTÍCIAS D'A CASA DO JOÃO!

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: