Parabéns, mamãs!

Quando fiquei grávida pela primeira vez não havia Internet e os livros eram escassos. Valeram-me os conselhos da minha mãe, as ordens do médico e, sobretudo, a intuição. De “faro” apurado, hormonas sábias e doses extra de emoção (beliscadas por alguma ansiedade), lá vivi, tranquilamente, aqueles nove meses. Inebriada por uma alegria imensa, com as dúvidas habituais, mas sem preocupações desmedidas. Não contei as semanas nem as luas, mal me preparei para o parto e quebrei algumas “regras”.

Já com o bebé nos braços, houve que enfrentar as novidades: dar de mamar, mudar a fralda, aliviar as cólicas, calar os choros, regular os sonos… Sem livros de instruções nem Google à mão, recorri, mais uma vez, aos conselhos das mães, às ordens do médico, às dicas do drº Spock (na altura, a pouca literatura disponível) ao bom senso e, mais uma vez, à intuição. Cometi alguns deslizes e errei certos palpites, mas nunca me deixei vencer pelo cansaço ou abalar pelo caos. E, melhor ainda, nunca me culpabilizei pelas falhas. O que me ajudou a enfrentar os primeiros dias da maternidade com serenidade e descontração. Sem conselhos “sábios” nem fóruns de mães, ignorando horários e teorias do desenvolvimento do bebé (que na altura ainda eram pouco badaladas), simplesmente deixei-me ir… exultante, confiante e atenta.

Não quero com isto dizer que, se fosse hoje, com a quantidade de informação disponível e a enorme pressão, não tivesse seguido a onda e tentado, também eu, ser uma mãe (mais) “perfeita”. E uma grávida mais atenta e conscienciosa. Talvez. Mas acredito que isso não teria feito de mim “melhor” mãe.

No mês dedicado à Mãe, é bom recordar que as mães também são (e ainda bem!) imperfeitas. Mulheres que falham, quebram e choram. E que, nem por isso, deixam de ser super-heroínas. Porque, mal ou bem, estão sempre a dar o seu melhor. E a aprender. Todos os dias. Parabéns, mamãs!

Helena Gatinho

Leave a Reply

RECEBE NOTÍCIAS D'A CASA DO JOÃO!

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: