Estou, amiga, olá! Há quanto tempo…

Sim, é verdade!… como estás?


Apesar da distância e do longo tempo de ausência, a conversa acabou por ser bem mais breve do que os 30 anos de amizade que uniam a Lara e Júlia, desde os tempos da faculdade. Ainda assim, tempo suficiente para a Lara perceber que algo de errado se passava com a amiga enérgica, bem disposta e radiante. Mas, a amiga apanhou-a a caminho de uma consulta de rotina no dentista, depois disso, ainda ia ao supermercado fazer umas compras de última hora, depois disso, ainda tinha de preparar o jantar para todos lá em casa…e depois e depois… e depois…


Os dias corriam preenchidos e sem tempo para grandes pausas mas desde aquele telefonema que sentia que precisava de voltar a ligar à sua amiga Júlia! De hoje não passa, mas uma reunião mais demorada, um jantar fora do programa habitual, birras dos miúdos ainda pequenos…enfim…iam adiando a conversa!


O inverno, rigoroso por sinal, já tinha terminado e com os primeiros raios de sol, a Júlia conseguiu tirar dois dias de férias, exclusivos para si!
Respirou fundo!


“Estou, Júlia…desculpa, ando há imenso tempo para te ligar…desde aquele nosso último telefonema, mas sabes como é…” – falou de um fôlego só, como se quisesse compensar a amiga por aquela ausência…


“Estou no hospital, naquele dia liguei-te para te contar mas não tive coragem!…percebi também que estavas ocupada!…

A chamada foi a baixo! Quantas vezes, olhamos mas não vemos ou não sentimos? Incrível!

Andreia Abreu

[Os dias de Maria]

Leave a Reply

RECEBE NOTÍCIAS D'A CASA DO JOÃO!

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: