Pornografia, «grooming» ou «cyberbullying»

Os pais que não sabem o significado desses três termos têm um problema. E não só isso. Aqueles que pensam que seus menores não assistem pornografia, ou que nunca assistiram, também. Bem como aqueles que pensam que seus filhos nunca falam com estranhos online .

Neste contexto, o governo da Nova Zelândia lançou a campanha “Keep it real online” para ajudar pais e educadores a manterem seus filhos seguros online. E um dos projetos desta iniciativa que tem maior impacto tem a ver com pornografia:

Neste vídeo, dois atores porno chegam nus a uma casa. Chamam e rsão recebidos por uma mãe, recém-banhada e com uma chávena de café na mão. “Olá, sou Sue e este é Derek”, diz a atriz. “Estamos aqui porque seu filho acabou de nos ver online. Sabe, ele vê-nos”, continua a jovem. A mãe, que não entende muito bem o que está a acontecer, liga para o filho: “Matt, querido, estão aqui duas pessoas que querem falar contigo”. E acrescenta, dirigindo-se ao casal: “Então, ele vê-vos?”

“Sim”, responde a atriz porno. “Sabe, em seu laptop, iPad, PlayStation, no telefone, na Smart TV”, continuam os atores, para a incredulidade da mãe.

“Sim, não importa”, continua a jovem, dando a entender que não importa de qual dispositivo o filho consome o conteúdo, mas sim que tipo de conteúdo consome. “Fazemos filmes para adultos, mas seu filho é uma criança”, diz ela. Você pode não saber como os relacionamentos pessoais realmente funcionam. Nem falamos sobre consentimento, certo? Apenas vamos ao que interessa ». “Sim”, diz ele. “Mas eu nunca agiria assim na vida real”, acrescenta o ator porno.

Nesse momento, Matt aparece com o laptop numa das mãos e na outra carrega o prato do café da manhã. 

“Olá Matty, vejo você bem”, a atriz cumprimenta o menino com carinho. Ao vê-los, ele fica petrificado e deixa cair ao chão o prato.

A mãe, que presencia a cena, diz a si mesma: «Sandra, calma. Tu sabes o que deves fazer. 

E, virando-se para o filho: “Muito bem Matty. É hora de falarmos sobre as diferenças entre o que vês na internet e como são as relações pessoais.

A campanha termina lembrando: “ Muitos menores usam pornografia para aprender sobre sexo ”.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: