Caminho entre as árvores

O caminho entre as árvores é como o casco dos seus dorsos.  Ainda se vê um pouco de céu e algumas nuvens de húmus.

As árvores sorvem os rasgos de luz que se alongam pelos ângulos dos ramos.

Os pés nus ainda orvalhados pela seiva da manhã percorrem esse trilho.

Na floresta respira-se ao ritmo das folhas e o tempo é uma festa cantada pelo vento.

É necessário fazer pausas. Caminhar e absorver a natureza. Aprender a respirar com ela. É tempo de abraçar uma árvore e sentir o seu movimento. Repensar o passado, refletir o presente e enchermo-nos de vida.

É necessário abandonar os umbigos e os egos tufosos e estender os corações. Deixar ir tudo o que nos faz mal, o que nos provoca sofrimento. O amor não é egoísta. É recetividade, respeito e confiança. Aprendemos isso com a natureza, com o crescimento de uma árvore e com as almas nobres.

Ainda nos restam alguns dias antes de começarmos mais um ano de trabalho. Este ano não foi fácil e espera-nos um ano de muitas incertezas. Aproveitem ao máximo este tempo de férias, de pausa, para recarregarem baterias. Desfrutem a natureza, a família e os amigos.

Só poderá desfrutar da bondade quem é bom. Só receberá amor quem o oferecer.

Só será respeitado quem respeitar. Só será amado quem amar.

Boas férias!

Sílvia Mota Lopes

Leave a Reply

RECEBE NOTÍCIAS D'A CASA DO JOÃO!

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: