Vencedores da 18ª edição dos Novos Talentos FNAC

Com um Fórum FNAC sem público, mas com um LIVE no Instagram com mais de 600 pessoas a assistir, foi assim a 18ª edição do programa Novos Talentos FNAC que se realizou ontem, dia 8. Ao longo de mais de 1h30 de emissão, apresentada por Fernando Alvim, foram revelados os vencedores das 5 categorias a concurso, tal como as habituais menções honrosas.
 
No ano em que a indústria cultural regista grandes perdas de investimento, a FNAC manteve uma das suas iniciativas mais importantes no apoio e promoção da cultura portuguesa, numa edição que bateu todos os recordes, com mais de 3500 candidaturas. 
 
Em direto da FNAC Chiado, que reabre hoje portas depois de uma remodelação profunda, foram anunciados os vencedores de CinemaEscritaMúsicaFotografia e, pela primeira vez, Ilustração, assim como duas menções honrosas por categoria. 
 
Dadas as circunstâncias atuais e por questões de segurança, o formato do evento foi diferente do habitual, com Fernando Alvim a convidar para o direto um jurado de cada categoria para anunciar os vencedores. Os premiados foram também convidados a entrar no LIVE para receber o seu galardão das mãos do apresentador, ainda que de forma virtual.
 
Como categoria estreante, a vencedora de Ilustração foi a primeira a ser anunciada pela jurada Leonor Zamith. Entre as cerca de 800 candidaturas, Eva Vieira venceu com a peça “Farol do caos” e as menções honrosas foram atribuídas a Inês Viegas Oliveira (“A espera dos bichos”) e a Bruno Albuquerque com (“Formas de Fantasia”).
 
Na Escrita, João Tordo revelou que o vencedor desta categoria foi Frederico Van Zeller com “Soldadinhos de Taiwan”, com menções honrosas atribuídas a Luísa Carvalho (“Tábua Corrida”) e a André Dias (“Tenho em mim um Fecho”). 
 
Para a categoria de Fotografia, estava reservada uma surpresa muito especial. Depois de revelada a vencedora, Maria Pereira Sécio com “River Gurara”, Fernando Alvim surpreendeu a candidata com a exposição das suas 17 peças no Fórum da FNAC Chiado, que pode ser visitada a partir de hoje. O jurado Mário Cruz anunciou também as menções honrosas desta categoria a  Diana Varela Ribeiro Sá (“Orla”) e a Gustavo Tavares da Conceição (“Рай?”).
 
Seguiu-se a revelação do vencedor de Cinema por Margarida Cardoso, que destacou a qualidade das candidaturas desta edição dos Novos Talentos FNAC. João Pedro Carolino Soares conquistou o prémio com “Retrato de um homem enquanto ilha“, tenho sidas atribuídas as menções honrosas a Ana Cristina Rodrigues (“Rachado”) e a André Costa Santos (“Surto”).
 
O vencedor de uma das categorias mais aguardadas da noite, Música, foi revelado por Rui Miguel Abreu. Ao som da sua música vencedora “The Wind Blows”, Castilho entrou em direto no Instagram para uma curta conversa com o host Fernando Alvim. As menções honrosas desta categoria foram para mema. (“Perdi o Norte”) e Carapaus Afrobeat (“Antifa”).
 
Todos os vencedores recebem ainda um apoio de 1250€ da REPSOL, parceira da FNAC nesta iniciativa.
 
O evento contou também com as brilhantes atuações de Benjamim com Rita Redshoes e Samuel Úria, eles que fazem parte da vasta lista de nomes conceituados que surgiram também há alguns anos na colectânea dos Novos Talentos FNAC. 
 
A FNAC vai continuar a captar novos talentos e ajudá-los a chegar mais longe, dando-lhes visibilidade e desafiando-os a mostrarem a sua criatividade, inovação e irreverência.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: