Praias do Porto com Bandeira Azul

Todas as praias do Porto com Bandeira Azul.

O Porto tem agora todas as praias com Bandeira Azul. A orla costeira da cidade já ostentava o distintivo em oito das suas nove praias, mas faltava ainda à zona balnear do Castelo do Queijo obter esta classificação, o que aconteceu com o hastear da bandeira também neste local.A notícia era já expectável, contando o ótimo desempenho das praias do Porto nos últimos anos, não só ao nível da qualidade ambiental da água e das areias, como também no tocante à gestão dos equipamentos, à segurança e à educação ambiental.
A excelência é agora obtida em toda a linha, com a entrada da Zona Balnear do Castelo do Queijo no sistema da Bandeira Azul, nesta terça-feira, após a vistoria da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), em representação da Bandeira Azul da Europa (ABAE).
Para que esta distinção fosse um dado adquirido, houve um longo caminho que o Município percorreu. Há 20 anos, dizia-se que não era seguro fazer praia no Porto. Mas os sucessivos investimentos realizados pela empresa municipal Águas do Porto, ao longo dos últimos anos, no tratamento e controlo da qualidade da água, acabaram com essa ideia generalizada e conduziram aos resultados esperados: a água marítima melhorou em todos os parâmetros, passando também a ser alvo de monitorização permanente.
Na Praia do Castelo do Queijo essa estabilização foi mais difícil de alcançar, num caminho ascendente que começou em 2017 com a classificação “boa” para a qualidade da água e que subiu para “excelente” no ano passado, condição fundamental para o distintivo da Bandeira Azul, que foi também hasteada, pelo 13.º ano consecutivo, nas zonas balneares da Foz, Gondarém e Homem do Leme.
Com este novo galardão, o Porto atinge o pleno da Bandeira Azul nas quatro zonas balneares, constituídas por nove praias (Pastoras, Carneiro, Ourigo, Ingleses, Luz, Gondarém, Molhe, Homem do Leme e Castelo do Queijo). 
O Programa Bandeira Azul é um programa de educação para o desenvolvimento sustentável, promovido em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa, secção portuguesa da Fundação para a Educação Ambiental.
Este galardão tem como objetivo educar para o desenvolvimento sustentável em praias costeiras, fluviais e lacustre, portes de recreio e marinas e embarcações de recreio e ecoturísticas que cumpram um conjunto de critérios relacionados com Informação e Educação Ambiental, Qualidade da Água Balnear, Gestão Ambiental, Segurança e Serviços, Responsabilidade Social e Envolvimento Comunitário.
A atribuição da Bandeira Azul para as praias depende do cumprimento dos critérios do Programa Bandeira Azul. No que se refere à qualidade das águas balneares, são considerados os resultados da qualidade da água das quatro épocas balneares anteriores.
Os trabalhos de despoluição realizados na Ribeira de Aldoar contribuíram também para o cumprimento dos parâmetros exigidos para a atribuição da Bandeira Azul na zona balnear do Castelo do Queijo.
Porto tem praias acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida
Além do galardão agora obtido para a zona balnear do Castelo do Queijo, o Porto mantém a distinção de “Praia Acessível” nas praias do Homem do Leme e Carneiro. Estas duas praias foram adaptadas a pessoas com mobilidade reduzida e respondem aos requisitos do Programa “Praia Acessível, Praia para Todos”, alinhadas com o objetivo comum de promover o acesso de todos os cidadãos às praias portuguesas.
Entre os vários serviços e infraestruturas disponibilizados destacam-se as instalações sanitárias adaptadas; os acessos com rampas e corrimãos; a existência de um equipamento anfíbio de apoio ao banho e um serviço de apoio à utilização do mesmo prestado pelo Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto; lugares de estacionamento nas imediações das praias, entre outros.
Campanha “Marés de Mudança”
Face ao contexto atual, a ida à praia implica uma mudança de comportamento e cumprimento das regras relacionadas com a proteção individual e segurança de todos. Por este motivo, todos os serviços e equipamentos de apoio à prática balnear foram revistos em 2020 de forma a garantir o cumprimento dos requisitos de higiene e segurança recomendados pela Agência Portuguesa do Ambiente e pela Direção-Geral da Saúde.
De entre as várias medidas adotadas destacam-se a criação de corredores de circulação distintos para a entrada e saída das praias, o reforço da higienização e limpeza dos equipamentos de apoio à prática balnear, o aumento da informação disponibilizada ao público e a criação de um plano de contingência onde estão definidas as diretrizes e procedimentos a adotar perante a ocupação e utilização das praias do Porto, num contexto de pandemia.
Nesse sentido, a Câmara do Porto lançou, nesta época balnear, a campanha “Marés de Mudança”, divulgando em todos os equipamentos das praias do Porto uma imagem que lembra as antigas barraquinhas de praia. O objetivo é sensibilizar a população para a mudança de atitude em relação ao ambiente, mas também às regras de convivência que são impostas no combate à Covid-19.
Por seu turno, no âmbito da temática anual da Bandeira Azul, que este ano é “De volta ao Mar, Com Atitude de Mudar”, são ainda dinamizadas pela equipa de educação do Pavilhão da Água (gerido pela empresa municipal Águas do Porto) um conjunto diversificado de ações de sensibilização ambiental nas praias.  

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: