Zonas pedonais temporárias convidaram a desfrutar o espaço público em segurança

Desde sexta-feira passada até domingo funcionaram as novas zonas pedonais temporárias, instaladas em 16 ruas da Baixa e do Centro Histórico do Porto. A cidade esteve ainda mais convidativa para um passeio ao ar livre em família, com a certeza de que não faltou espaço público para aproveitar um bom dia de sol em segurança.

A Rua de Passos Manuel ou da Avenida Rodrigues de Freitas fizeram parte dos 16 arruamentos que desde o início da manhã de sábado se transformaram em zonas pedonais temporárias.

Pôde, sem medos, andar no meio da estrada, porque dentro destes horários elas estiveram reservadas aos peões e aos modos suaves de transporte (bicicletas e trotinetas). Funcionaram apenas como zonas de coexistência para moradores, que poderam circular com viaturas no seu interior, para acesso a parques, mas a uma velocidade máxima de 20 km/hora. As cargas e descargas também foram permitidas, mas só entre as 6,30 e as 11 horas de sábados e domingos.

Nas zonas pedonais temporárias houve mobiliário urbano que, através das marcações coloridas no pavimento, cria zonas de estar, zonas de jardim e zonas de aparcamento para bicicletas.

A medida, implementada pela Câmara do Porto, vai vigorar aos fins de semana no centro da cidade, numa experiência que segue as melhores práticas de cidades europeias comprometidas com a sustentabilidade. Além disso, visa potenciar uma nova experiência de lazer e compras, sem descurar a altura que atravessamos, que requer cuidados redobrados para uma convivência social responsável.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: