J. K. Rowling visitou Livraria Lello?

És fãs de Harry Potter? Então deves estar a par das últimas notícias! A polémica está instalada! A autora da saga “Harry Potter” partilhou via Twitter que, pese embora tenha vivido na cidade do Porto, nunca visitou a livraria Lello. E tudo isto, apesar das inúmeras associações que são feitas entre locais reais e a história de fantasia. Mas nos últimos anos, a livraria, e até a cidade do Porto, têm estado associadas ao universo mágico de “Harry Potter”. Como é do conhecimento geral, as alegadas inspirações da autora britânica no Porto sempre se referiram aos trajes académicos (semelhantes aos de Hogwarts) ou, mais ainda, à famosa Livraria Lello e à sua arquitetura e decoração específica, parecida com os interiores de muitas das divisões da escola de Harry Potter e companhia. Recorde-se que a livraria Lello, inaugurada em 1906, organiza com regularidade eventos dedicados à saga. Ainda em 2019, o espaço adquiriu uma primeira edição da saga de J. K. Rowling por 70 mil euros.

Foi no ano de 1991 que J. K. Rowling veio viver para a cidade Invicta e por lá ficou três anos. Durante esse período escreveu vários rascunhos e textos iniciais da obra de fantasia que começaria a ser publicada em 1997.

No entanto, no Twitter, J. K. Rowling fez questão de esclarecer que algumas dessas associações que são feitas entre locais verídicos e a história de fantasia que criou, não correspondem à realidade.

A escritora garantiu que a Livraria Lello, uma das principais atrações turísticas do Porto (também por causa de “Harry Potter”), não serviu afinal de inspiração para “Harry Potter”. “Por exemplo, eu nunca visitei esta livraria no Porto. Nem sequer sabia da sua existência! É linda e gostava de a ter visitado, mas não tem nada a ver com Hogwarts!”

Em que ficamos, afinal?

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: