Ventilador pulmonar Atena já funciona

“Juntámos ao conhecimento dos médicos a nossa tecnologia, e com o apoio de mecenas e de todos os portugueses desenvolvemos, em 45 dias, o ventilador português mecânico invasivo”, pode ler-se na apresentação oficial da marca que produz estes ventiladores nacionais. O CEiiA – Centro de Engenharia para o Desenvolvimento de Produto, localiza-se em Matosinhos – garante que os equipamentos apresentam todos os requisitos funcionais definidos para o tratamento de doentes em falência respiratória aguda. O modelo enquadra-se no género de ventiladores pulmonares mais avançados e complexos disponíveis, designados como “invasivos”.

Neste Centro foram produzidos 100 ventiladores made in Portugal. O exemplo de como se “transform a indústria e ciência portuguesas”. O protótipo do ventilador foi concebido no espaço de três semanas, através das recomendações e diretivas da Organização Mundial de Saúde. Estima-se que 14% dos infetados com COVID-19 contraem pneumonia e 5% ficam estado crítico, necessitando de fontes de ventilação externa para respirar.

O Ventilador Atena pretende dar resposta à emergência nacional, mas também global, da pandemia de COVID-19.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: