Origem da linguagem no cérebro

Afinal a origem da linguagem no cérebro é pelo menos 20 milhões de anos mais antiga do que aquilo que pensávamos, é pelo menos essa uma das principais conclusões de uma equipa de investigadores que recorreu a cérebros de animais modernos para a pesquisa. Os investigadores utilizaram-nos para inferir o funcionamento das mentes antigas.

Perceber como é que os humanos desenvolveram a capacidade de falar seria muito mais simples se os cientistas conseguissem analisar cérebros antigos. No entanto, ao contrário de ossos, os cérebros não fossilizam. Num novo estudo publicado na revista científica Natura Neuroscience, os cientistas fizeram uma descoberta incrível. A origem da linguagem no cérebro é 20 milhões de anos mais antiga do que pensávamos. Segundo a Inverse, este é um salto considerável do palpite de 5 milhões de anos de estudos anteriores.

Embora a fala e a linguagem sejam algo exclusivamente humano, a presença desta via neural no cérebro em espécies de macacos sugere que a evolução ocorreu antes daquilo que se pensava. Este novo estudo ajuda a perceber melhor uma parte essencial da evolução humana, mas pode também ajudar as pessoas nos dias de hoje. Esta descoberta já inspirou estudos em pacientes cujas habilidades de linguagem foram afetadas por AVC ou degeneração cerebral.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: