Tânia Dinis expõe online em Guimarães

Em virtude da pandemia, também o CAAA – Centro para os Assuntos da Arte e Arquitectura – em Guimarães se viu obrigado a fechar as portas e a suspender os eventos. Mas para contornar essa situação, felizmente, existe o mundo digital. Exemplo disso, é a exposição de Tânia Dinis cuja abertura estava prevista para março. Tal facto não aconteceu, mas a versão online, através do separador de exposições já está online no site do CAAA.

Além das fotografias da exposição, o CAAA disponibiliza ainda um vídeo que permite ter um vislumbre do que o público poderá encontrar. O trabalho de Tânia Dinis atravessa a fotografia, a performance ou o cinema, ancorando-se, frequentemente, na revisitação de memórias a partir de imagens de arquivos de família, pessoais ou anónimos, debruça-se agora sobre um texto do escritor vimaranense Pedro Bastos. A partir dele, é explorada a “relação tempo-imagem-memória”, que se desdobra em imagens que são pequenos ensaios e que dão corpo à “ideia da imagem como uma experiência da efemeridade do tempo e da memória”, pode ler-se no texto de apresentação. No site, pode ser vista, ainda, Ambulatório, exposição de Pedro Bastos que, à semelhança do filme homónimo, se baseia na poesia de Augusto dos Anjos e António Nobre.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: