Arquivo da Fundação Marques da Silva em expansão e online

Um arquivo em expansão e com foco no online, como a pandemia assim o exige! Recentemente a FIMS – Fundação Marques da Silva anunciou que quer construir um novo centro de documentação para, por um lado, solucionar a falta de espaço existente no edifício atual para o arquivo, ao mesmo tempo que melhora as condições para a sua conservação.

A 18 de abril, a pretexto do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, com o tema “Património Partilhado – Culturas Partilhadas, Património Partilhado, Responsabilidade Partilhada”, a Fundação abriu mais quatro acervos de arquitetura ao público através do seu arquivo digital.

Os arquitetos Fernando Lanhas, Rui Goes Ferreira, Raúl Hestnes Ferreira e Bartolomeu Costa Cabral juntam-se assim aos acervos já disponibilizados.

A FIMS, instituída pela Universidade do Porto, pretende ser uma instituição de referência nos domínios da cultura arquitetónica e artística, do projeto de intervenção patrimonial, do estudo, tratamento, conservação e divulgação de documentação de arquitetura, tanto a nível nacional como internacional, cooperando com outras instituições ou entidades com idênticas finalidades. Além da dotação inicial aquando da instituição pública, acresce ao seu património a doação pela Universidade do Porto de todos os bens móveis e direitos que lhe foram legados pela arquiteta Maria José Marques da Silva e seu marido David Moreira da Silva, em resultado da decisão de transformação do Instituto José Marques da Silva nesta Fundação.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: