Recordar algumas tradições da Páscoa

Este ano, grande parte das tradições da Páscoa não terá lugar, pelas razões que conheces. Ainda assim ou talvez por isso, vamos recordar-te algumas tradições da Páscoa, em Portugal.

A Páscoa, em Portugal, é celebrada de forma muito ligada à religião. O período que celebra a morte e a ressurreição de Jesus Cristo conta, habitualmente, com procissões, encenações teatrais e celebrações religiosas por todo país.

Há algumas tradições que chamam mais a atenção.

Uma tradição que ainda se mantém, sobretudo em meio rural, é o da limpeza da casa na Páscoa, hábito comum de norte a sul do país. Limpam-se as casas para receber a visita pascal, o “Compasso”, que simboliza a entrada de Jesus Cristo no lar, com a bênção do padre que benze a casa e todos os que ali habitam. Para receber o “Compasso” é preciso ter à mesa amêndoas e doces, além de licores e vinho do Porto.

O Domingo de Ramos antecede o da Páscoa e entre os cristãos assinala a entrada de Jesus em Jerusalém. É no Domingo de Ramos que acontecem muitas das procissões realizadas no país.

Em Braga, a imagem de Nossa Senhora é transportada por uma burrinha, na Procissão da Burrinha. Na quinta-feira Santa, há uma grande festa com a Procissão do Enterro do Senhor, cujos protagonistas são os Farricocos, homens descalços, de cabeça coberta, com túnicas roxas apertadas na cintura e que desfilam empunhando tochas, evocando as práticas de reconciliação dos penitentes públicos.

Em São Brás de Alportel, no Algarve, realiza-se uma colorida procissão de flores (Procissão das Tochas Floridas no domingo de Páscoa). As tochas são compostas por flores do campo e são carregadas sobretudo por homens.

Em Castelo de Vide (Alentejo), além das procissões a população acompanha a bênção dos borregos e fiéis saem às ruas com chocalhos, guizos e sinos.

O Domingo de Páscoa é dia de festa, comemoração e ressurreição. O almoço costuma ter carne, sobretudo cabrito ou borrego, entre outras iguarias. A mesa de doces também tem destaque na gastronomia da Páscoa.

Os folares são variados, existem doces ou salgados, são feitos a base da água, sal, ovos e farinha de trigo e existem em versões salgadas e doces. O folar pode ser recheado com carnes ou embutidos, mas há um que se distingue: leva ovos inteiros cozidos com casca em cima do pão ou dentro da massa.

Outra tradição popular da Páscoa em Portugal é os padrinhos e madrinhas presentearem os afilhados e afilhadas. Geralmente o mimo é um folar, tradicional pão de Páscoa que simboliza a fartura depois do período de jejum na Quaresma, para quem segue a tradição católica, mas também é uma forma de partilhar e manter viva a tradição portuguesa.

Há ainda os padrinhos que preferem oferecer um pão de ló, amêndoas ou também uma quantia em dinheiro aos afilhados que, no Domingo de Ramos, entregaram um ramo de oliveira ao padrinho ou de violetas à madrinha.

Leave a Reply

RECEBE NOTÍCIAS D'A CASA DO JOÃO!

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: