Reciclagem a Norte

Cidadãos do Grande Porto atingem o maior valor de sempre na reciclagem

Os cidadãos do Porto e dos restantes sete municípios que integram a LIPOR reciclaram mais de 8,5 mil toneladas de materiais em 2019, tendo sido rececionadas menos 2 mil toneladas de lixo no mesmo período. Que bom, não achas?

No ano passado, foram recebidas 1.857,93 toneladas de biorresíduos (+4,24% que em 2018), mais 6.654,96 toneladas de materiais entregues para reciclagem nos Ecopontos, Ecocentros e Zonas de Recolha Seletiva (+13,58% que em 2018 – papel, plástico e vidro) e menos 2.077,10 toneladas de lixo (-0,51% que em 2018).

A cidade do Porto conseguiu ultrapassar, ainda em 2019, os objetivos a que se havia proposto para 2020, no que diz respeito à taxa de preparação de resíduos para reciclagem.

Em 2019, o Município do Porto recebeu mais 838,74 toneladas de biorresíduos (+8% que em 2018), mais 2375 toneladas de materiais entregues para reciclagem nos Ecopontos, Ecocentros e Zonas de Recolha Seletiva (+13,60% que em 2018 – papel, plástico e vidro) e menos 1.412,10 toneladas de lixo (-1,19% que em 2018).

Atingiu mais de 37% de taxa de preparação para a reciclagem e alcançou em termos de capitação 68,87 kg/hab.ano.

Dos números disponíveis destaca-se também um crescimento notório de 11,3% na fração seletiva e a suplantação do objetivo de 10% de deposição em aterro, estabelecido pela LIPOR, tendo o Porto enviado menos de 1% de resíduos para aterro. Ou seja, a cidade está alinhada com as melhores práticas europeias relativamente à política de Aterro Zero (Zero Landfill).

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: