Já conheces a Maria do Mar?

Era uma vez a Maria do Mar, uma boneca criada a partir de uma cabaça, que ganha forma através do trabalho 100% manual de jovens portadores de deficiência da Rumo à Vida. Moderna, esta Maria do Mar adquire um estilo urbano graças à inspiração da designer Maria Gambina, que já passou pelo espaço.

Natal é sempre a época perfeita para apoiar causas nobres e, quando tal acontece através da compra de presentes com um significado especial, o espírito natalício ganha ainda maior dimensão e simbolismo.

Maria, em homenagem a todas as mulheres. Do Mar, porque é uma peixeira de Matosinhos e este é um símbolo de que a cidade muito se orgulha. A Maria do Mar, uma boneca nascida da criatividade de Maria Gambina e das mãos dos utentes que frequentam a instituição particular de solidariedade social (IPSS) Rumo à Vida, com o apoio do MAR Shopping Matosinhos, vai estar à venda durante o mercado de Natal deste centro comercial.

Durante um mês, entre 23 de novembro e 23 de dezembro, no piso 0, vai ser possível apoiar a Rumo à Vida através da aquisição das bonecas, disponíveis em três tamanhos e com os preços de 25, 30 e 35 euros. Além da vertente solidária, a Maria do Mar incorpora também uma componente ecológica, uma vez que a sua roupa é feita de tecidos reaproveitados.

O projeto, financiado pelo MAR Shopping Matosinhos no âmbito da sua política de responsabilidade social, AMAR quem mais precisa, e apoiado pela Câmara Municipal de Matosinhos, homenageia as peixeiras de Matosinhos, mas visa também dotar os utentes do Centro de Atividades Ocupacionais da Rumo à Vida de ferramentas para garantirem a sustentabilidade da associação, para muitos, a única alternativa a ficarem em casa por falta de respostas do sistema de ensino e do mercado de trabalho.

Recorde-se que o MAR Shopping Matosinhos doou, há cerca de um ano, 31.200 euros à Associação Rumo à Vida, donativo que foi aplicado na aquisição e montagem de uma estufa para a produção de cabaças ao longo de todo o ano e com as condições essenciais ao seu cultivo. Este valor foi igualmente usado na comparticipação de encargos com técnicos afetos ao projeto e na compra de materiais como tintas, colas, pincéis, produtos de maquilhagem, tecidos, rendas ou linhas.

Graças ao projeto, a Rumo à Vida viu a Segurança Social abrir mais oito vagas no seu Centro de Atividades Ocupacionais, permitindo-lhe dar apoio a tantos outros utentes a aguardar numa longa lista de espera.

Leave a Reply

Obrigado pr subscreveres a nossa página!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: