Projeto discográfico festeja 250 anos de Beethoven

O 250.º aniversário do nascimento do compositor Ludwig van Beethoven, que se cumpre no próximo ano, é antecipado pela discográfica Deutsche Grammophon com a saída em novembro de vários CD e DVD com “mais de 175 horas de música”.

O projeto “Beethoven – The New Complete Edition”, em parceria com a Beethoven-Haus Bonn, é editado no próximo dia 08 de novembro e inclui 118 CD, três discos ‘blu-ray audio’, dois DVD e 16 álbuns digitais, incluindo “novas gravações em estreia mundial”, segundo o comunicado divulgado pela Universal Music.

A discográfica revela que o pianista Lang Lang e o violinista Daniel Hope, porta-voz da “The New Complete Edition” e presidente da Beethoven-Haus Bonn, realizaram gravações para o volume “World Premieres & Rarities”.

A Beethoven-Haus Bonn é uma instituição, com sede em Bona, na Alemanha, dedicada ao estudo e divulgação da obra do autor do “Hino da Alegria”, título dado à 9.ª Sinfonia do compositor que se inspirou numa ode de Friedrich Schiller.

O pianista chinês Lang Lang, que colabora regularmente com as filarmónicas de Viena e Berlim, gravou o Minueto em Dó, e o violinista Daniel Hope, segundo a mesma fonte, gravou “o fragmentário Duo para violino e violoncelo em Mi bemol, com o violoncelista Daniel Müller-Schott, e o último pensamento musical de Beethoven, o andante para quinteto de cordas, com Müller-Schott, os vilionistas Ikki Opitz e Amihai Grosz e a violetista Tatjana Masurenko”.

O projeto foi “concebido em torno de gravações de mais de 250 intérpretes”, alguns do catálogo da discográfica, e “uma série de tesouros reunidos em colaboração com a Decca e outras editoras”.

Karl Böhm, Alfred Brendel, Claudio Arrau, Amadeus Quartet, Wilhelm Furtwängler, Dietrich Fischer-Dieskau, Emil Gilles,John Eliot Gardiner, Wilhelm Kempff, Herbert von Karajan, Yehudi Menuhin, Anne-Sophie Mutter, Murray Perahia e Maurizio Pollini, são algun dos músicos que fazem parte da seleção.

A discográfica destaca que o projeto inclui “30 discos dedicados a interpretações alternativas, entre eles gravações de arquivos históricos e performances com instrumentos de época, incluindo as leituras de Sir John Eliot Gardiner das nove sinfonias” de Beethoven.

Os três discos em som com 24 ‘bits’ referem-se ao “lendário ciclo sinfónico” realizado em 1962 pelo maestro Herbert von Karajan, “a visão do pianista Wilhelm Kempff de todas as Sonatas para piano e as gravações de referência de todos os Quartetos de cordas pelo Amadeus Quartet”.

Um dos DVD inclui a ópera “Fidelio”, dirigida por Leonard Bernstein, e o outro as Sinfonias n.º 4 e 7, sob direção do maestro Carlos Kleiber.

Cada um dos nove volumes em que se divide o projeto inclui um livro com notas sobre o repertório, alinhamentos, textos cantados (em alemão e inglês) e detalhes das gravações.

Beethoven nascido em Bona, na Alemanha, em 1770, morreu em Viena em 1827, desenvolveu a sua atividade de compositor, tendo-a iniciado, em 1784, como organista-assistente da Capela Eleitoral, e pouco tempo depois foi violoncelista na orquestra da corte da Prússia. Desenvolveu a sua atividade entre a afirmação das correntes artísticas do romantismo e a do classicismo.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: