O nascimento do Dragão

Este livro, de Wang Fei, Marie Sellier e Catherine Louis, respetivamente caligrafista, jornalista e ilustradora, é uma obra prima, que nos reenvia para a paz e a convivência entre os povos, valores fundamentais da China imemorial.

Mas vamos à história.

Ao contrário do significado que tem na cultura ocidental, representando o mal e as trevas, o Dragão chinês é uma criatura benevolente que representa poder, força, nobreza e paz. Trata-se duma criatura mística que apresenta características de diversos animais. Segundo a mitologia chinesa, este foi um dos quatro animais sagrados convocados por Pan Ku, o Deus criador, para participar na criação do mundo.

Tendo isto em conta, esta obra é uma tentativa de explicação do nascimento do (mito do) dragão. Segundo o texto, em tempos que lá vão, cada uma das várias tribos chinesas venerava um animal sagrado – a serpente, o peixe, o cavalo, o búfalo e o pássaro -, símbolo dos seus espíritos protetores. Em nome destes, os adultos travavam guerras sem fim, até que um dia as crianças (note-se) se fartaram, declararam guerra à guerra e decidiram criar um animal que unisse todas as diferentes tribos. Vai daí, com a imaginação de criança, agarraram no corpo da serpente e colaram-lhe as escamas do peixe. Pegaram na cabeça do cavalo e fixaram-lhe os cornos do búfalo. Juntaram depois essa cabeça ao corpo, acrescentaram-lhe as patas do pássaro e a este animal bizarro chamaram-lhe dragão.

E, assim, generalizou-se a crença de que os chineses são descendentes do dragão, tornando-se este, na China, o símbolo da paz e celebrando-se em sua honra com alegria o Ano Novo Chinês.

A obra é bilingue, em português e chinês, e conjuga literatura, caligrafia e ilustração. É complementada com um desdobrável (apenso no verso da contracapa) que, além do jogo da Memória e de conselhos técnicos para praticar, fornece informação relevante sobre os selos (ou pedras gravadas) que mais não são do que as ilustrações (presentes ao longo da obra) e a milenar arte da caligrafia (com a sua ordem dos traços).

Um livro imperdível! Sobretudo para queira ter uma ponta do coração a morar no longínquo país dos dragões!

Wang Fei, Marie Sellier, Catherine Louis (2019). O nascimento do Dragão. Matosinhos: Kalandraka Portugal.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: