Quando a tristeza chama…

Num tempo em que justamente se valoriza a inteligência emocional e se reclama de todos a atenção às emoções e ao trabalho com as mesmas, eis que este Quando a tristeza chama – Manual de Instruções (2019. Lisboa: Livros Horizonte) constitui-se como um livro absolutamente original, não só pela temática, mas pelo modo aparentemente singelo como o texto se articula com a ilustração, suscitando no leitor (de qualquer idade) comoção, contemplação e inspiração.

“Às vezes, a Tristeza chega sem avisar”, mas esta visita invulgar nem sempre é o que parece, ou melhor, nem sempre é tão má como habitualmente se considera. Afinal, trata-se da visita de alguém que aparece figurado no texto com atributos humanos e na ilustração através de uma figura humana esverdeada (não figurada), que se torna presente a tal ponto que “é como se tivesses passado a ser tu a Tristeza.”

Este tu (o leitor) é outra força deste livro, na medida em que o narrador omnisciente é carinhosamente assertivo (e imperativo, o que justifica o substítulo) e ajuda a identificar e aprender a lidar com a Tristeza (elevada à condição de personagem): “Tenta não ter medo dela. Dá-lhe um nome. Escuta-a. Pergunta-lhe de onde vem e do que precisa.” (…) “Experimenta sair com ela.”

O mencionado tu, a dado passo, torna-se um nós: “Se não se entenderem, sentem-se apenas em silêncio durante algum tempo. Arranjem alguma coisa que ambos gostem de fazer, como desenhar…”. “Podem passear por entre as árvores.”

E, finalmente, o tu e o nós, desdobram-se no ela: “Talvez ela só precise de saber que é bem-vinda e de dormir, sabendo que não está sozinha.” Percorrido este processo, conclui o narrador, “quando acordares, é capaz de já se ter ido embora. Não te preocupes – e aproveita o novo dia.”

Um magnífico livro! Uma forma literária e pedagogicamente hábil de abordar o tema da tristeza em concreto e dos sentimentos em geral.

Leitura obrigatória para todos, miúdos e graúdos!

Eva Eland (2019). Quando a tristeza chama – Manual de Instruções. Lisboa: Livros Horizonte.

Leave a Reply

Obrigado pr subscreveres a nossa página!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: