Agora não, Tiago

Por mais que Tiago diga aos pais que está um monstro pronto a devorá-lo, nenhum deles lhe faz caso, chegando-se ao absurdo do monstro ocupar o lugar dele em casa e nenhum dos pais dar por isso.

Se atendermos a que a edição original do livro é de 1980, diremos que agora como então esta inquietante e divertida história mantém toda a atualidade, constituindo uma chamada de atenção para os adultos, tão ocupados com os seus afazeres que não atendem às necessidades afetivas dos seus filhos.

À ilustração, com imagens expressivas e cores intensas, alia-se um texto minimalista, assente no diálogo (quase monólogo) e em pequenos incisos descritivos.

Da aparente simplicidade, emerge uma narrativa incómoda que problematiza e questiona o tipo de comunicação (ou a falta dela) que estabelecemos com aqueles que nos são próximos e que dela necessitam.

De leitura obrigatória para pais e filhos…

David McKee (2019). Agora não, Tiago. Matosinhos: Kalandraka [tradução de Carla Maia de Almeida]

Leave a Reply

RECEBE NOTÍCIAS D'A CASA DO JOÃO!

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: