James e o Pêssego gigante

Um menino órfão (os seus pais foram devorados por um rinoceronte!) vive com umas tias horríveis, que lhe fazem a vida negra. A vida do pequeno muda completamente quando torna-se amigo de insetos que vivem dentro de um pêssego gigante, e que o levam numa jornada da Europa para a cidade de Nova Iorque. É este o ponto de partida para uma deliciosa viagem!

Tudo começa quando um dia surge um homem estranho dando ao menino “coisinhas” verdes, prometendo uma vida de alegria. James corre para casa com essas “coisinhas”, mas tropeça e as derruba acabando estas por rapidamente penetrarem na terra por baixo do pessegueiro. Então, um milagre acontece… Da árvore estéril, nasce um pêssego que cresce mais e mais até ficar maior que um elefante.

As tias não perdem tempo e fazem um “negócio” à volta do fenómeno. À noite, quando todos se foram embora, o menino aproxima-se e avista um buraco, pelo qual entra até chegar ao que parece uma portinha.

Entrando, depara-se com uma grande surpresa: encontra os insetos que viviam no quintal. Resultado: acabam por sair juntos viajando dentro da fruta, vivendo aventuras mágicas e fazendo as pazes com a alegria…é uma viagem deliciosa viagem, fortemente embalada de ternura, amizade que só poderia ser vista pelos olhos de uma criança, o James. É impossível o leitor não emocionar-se com os acontecimentos que marcam a aventura deste verdadeiro herói.

James e o Pêssego Gigante é um grande clássico de Roald Dahl, ilustrado por Quentin Blake, também exímio nesta tarefa.

Roald Dahl é mesmo um autor especial e não foi ao acaso que pegamos novamente numa obra sua. Leiam, absorvam e deixam-se levar pelas suas histórias mágicas!

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: