A Narradora de histórias e outros contos de encantar

“Há muitos e muitos anos , na cidade de Zahlé , viveu um pobre homem chamado Kalil. Kalil sempre teve convicções firmes e lutava com todas as suas forças para viver dignamente. Apesar de não ter tido a possibilidade de viajar, conhecer o mundo ou mudar a sua rotina diária , ele vivia com um sorriso no rosto, trabalhando em qualquer espécie de serviço, sem se queixar”.

Este é um excerto do conto “O sonhador”, do livro”A Narradora de Histórias e outros contos de encantar” da autoria de Clara Haddad e ilustrado por Anabela Dias.

Trata-se de um livro encantador , que prova que as narrativas orais têm muito para ensinar e dar que pensar… Com efeito, “os contos refletem mitos e ritos de outrora , recordam velhos e abandonados hábitos”, escreve Marco Haurélio na introdução deste livro.

Estão nesta obra reunidos oito contos tradicionais, divulgados em países como Líbano, Índia, Espanha , Portugal, França e Brasil.

O primeiro conto é uma história exemplar: “O sonhador”. “O cenário é bem brasileiro, o interior do Piauí, onde um homem pobre , que possui apenas um casebre e um bode velho que pinoteia sobre um lajedo , larga-se pelo mundo em busca de um tesouro com o qual sonhara e que estaria na boca de um sapateiro.

Um remendão de uma cidade distante , sabendo da sua demanda , lhe dirá que também sonhou com um tesouro, mas este estava enterrado sob um lajedo no qual um bode velho pinoteava. O homem retorna e encontra o tesouro debaixo do dito lajedo”.

Outro dos contos intitula-se “Porque o mar tanto chora”. Aqui assistimos à história da cobrinha que nasce enrolada ao pescoço da princesa , e a auxilia nos momentos de grandes apuros.

O conto, “Os três desejos” também dá que pensar. Cuidado com o que desejas! 7

O conto “El-rei e a rapariga esperta” demonstra a importância da esperteza, e até onde esta nos pode levar.

O conto “Dona Esperança e a Morte” apresenta uma importante lição. Com efeito, a esperança é sempre a última a morrer.

A obra acaba com o conto “A narradora de histórias”, apontado como um conto da rica tradição judaica.

Tudo isto aliado com fantásticas ilustrações, que facilitam o entrosamento com as histórias. Um livro a ter na estante. Pelo direito à preservação da memória.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: