Advertisements

Comportamento e Meio Ambiente!

Na maior parte das famílias, o meio ambiente é constituído, quase sempre, pelos pais, irmãos, avós, familiares, amigos da família e todos os que com ela interagirem.

Podemos então dizer, que o meio ambiente da criança, como de qualquer um de nós, é constituído por toda a sociedade envolvente.

Porém, nem sempre é fácil lidar com os filhos ou educandos.

Enquanto os pais dizem que os filhos são rebeldes ou birrentos, os filhos queixam-se de que os pais não os compreendem e que são muito antiquados ou retrógrados.

Também os professores se queixam, que geralmente, é difícil incentivar os alunos a obter um bom aproveitamento escolar, devido aos comportamentos inadequados que alguns apresentam com frequência durante as aulas.

Esta situação, pode ter reflexos adversos não só na autorrealização do professor, mas também no bom desenvolvimento de todas as potencialidades do aluno.

No entanto, em relação à criança e dentro da sociedade envolvente onde ela vai crescendo são, acima de tudo, os pais os principais agentes de uma educação «conjugada», «coerente» e «imprescindível» para a formação da personalidade dos seus filhos.

Além de tudo isto, se de facto quisermos construir uma sociedade democrática e humanitária, são de facto os pais os principais alicerces dos jovens em formação para adultos.

Se, por acaso, nesse mesmo ambiente, os pais resolverem separar-se, como irão os filhos agir ou reagir e que valores irão adquirir para formar a sua personalidade?

Ao longo dessa separação, torna-se quase impossível os pais poderem «exercer» uma acção educativa tão importante, conjugada e em coerência.

Numa situação como esta, é provável que surjam determinados comportamentos nas crianças cujas causas não são muito perceptíveis, principalmente em idade escolar.

Se essa possibilidade de separação dos pais, fôr uma das causas de determinados comportamentos que as crianças e os jovens apresentam, certamente que a Psicologia poderá dar uma boa ajuda aos pais, às crianças e aos professores.

Para que isso possa acontecer, é necessário que as pessoas reconheçam a importância fundamental que a ciência comportamental e o meio ambiente ocupam na vida de todos nós.

A leitura do livro intitulado «JOANA, a traquina ou simplesmente criança?» que, nas suas páginas 9 e 10 exprime estas ideias, é uma boa ajuda para a criança, pais e professores, especialmente, porque os conduz ao conhecimento do que é a ciência do comportamento e do modo como deve ser praticada e aplicada na Modificação do Comportamento.

Joana era uma criança muito irrequieta e birrenta cujos pais pensavam separar-se.

Porém, como ambos adoravam a sua única filha, resolveram tentar modificar o comportamento da Joana, tendo sido aconselhados a modificar, antes de tudo, o deles próprios.

Desta resolução, resultou a chegada de outro bebé a quem depois de alguns anos, a Joana conseguiu aplicar algumas técnicas de modificação do comportamento utilizadas com ela e que aprendera, na prática, durante o período de melhoria do seu próprio comportamento.

Zélia de Noronha

Mário de Noronha

Advertisements

Deixar uma resposta

Obrigado pr subscreveres a nossa página!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: