“Não me deixes, tenebrosa!”

Esta semana trazemos um livro de Geronimo Stilton, “Não me deixes, tenebrosa”.

É uma obra curiosa que nos remete para um mundo repleto de aventuras e que nos apela ao respeito pela diferença e à preservação das espécies.

O desafio que a obra nos apresenta intriga: “Castelcaveira e o parque do Vale Misterioso estão em perigo. A duquesa Vibória Viboris descobriu que a família Tenebrax vendeu o castelo aos seus antepassados e ela quer agora transformá-lo num centro comercial. Como podia eu recusar a minha ajuda à Tenebrosa Tenebrax?”

No seu site https://geronimostilton.com/PT-pt , o autor avança que “é a fantasia que nos leva a brincar, a ‘fazer de conta’, no sentido de criar grandes e emocionantes aventuras com os companheiros de brincadeiras. Não deve ser uma fuga do mundo real, mas uma espécie de viagem da qual se regressa mais crescido. As pessoas criativas vêem o mundo com olhos diferentes e conseguem descortinar o que as outras não vêem, são capazes de resolver problemas olhando-os sob um ponto de vista diferente, usando a criatividade, a iniciativa e o otimismo”.

E é este o espírito da obra: criatividade e muito sentido de humor, banhados por arranjos gráficos que nos remetem para essa realidade e ilustrações bem vivas, sempre a acompanhar o ritmo da narrativa.

A biografia de Geronimo Stilton, um senhor das letras, é muito sui generis: nascido na Ratázia, a capital da Ilha dos Ratos, Geronimo Stilton é formado em Ratologia da Literatura Rática e em Filosofia Arqueorrática Comparada. Dirige o Diário dos Roedores, o jornal mais famoso da Ilha dos Ratos, fundado pelo seu avô Torcato Viravolta. Nos tempos livres, Geronimo coleciona cascas antigas de queijo do século XVIII, mas sobretudo adora escrever livros que têm um êxito excecional….Vê-se!

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: