60 anos de Direitos das Crianças

Sabias que para além de seres muito especial, tens direitos? E já lá vão 60 anos…

Foi no dia 20 de novembro de 1959 que, pela primeira vez, as Nações Unidas aprovaram um documento que assegurou os direitos das crianças de todo o mundo.

Mas há mais! Em 1989 o documento alargou-se e estes deveres para com as crianças passaram a ser obrigações por lei, na Convenção sobre os Direitos das Crianças.

Cabe aos adultos e governantes proteger as crianças e fazer com que os seus direitos sejam respeitados.

Assim, a tua participação nas escolhas da família, nas decisões da escola e nos assuntos da sociedade é mesmo muito importante. Desta maneira, os adultos vão compreender-te melhor!

Até porque, quando participas, aprendes a comunicar, negociar, a tomar decisões e a conseguir o que queres.

Uma curiosidade: no Dia Internacional dos Direitos das Crianças (20 de novembro) em Portugal realizam-se atividades solidárias como o Dia Nacional do Pijama, onde as crianças vão de pijama para a escola, relembrando, assim, os direitos de todas as crianças a terem um lar, uma família e a proteção da sociedade.

A absorver

  • Todas as crianças têm o direito à vida e à liberdade.
  • Todas as crianças devem ser protegidas da violência doméstica, do tráfico humano e do trabalho infantil.
  • Todas as crianças são iguais e têm os mesmos direitos, não importando a sua cor, raça, sexo, religião, origem social ou nacionalidade.
  • Todas as crianças devem ser protegidas pela família e pela sociedade.
  • Todas as crianças têm direito a um nome e a uma nacionalidade.
  • Todas as crianças têm direito a alimentação, habitação, recreação e atendimento médico.
  • As crianças portadoras de deficiências, físicas ou mentais, têm o direito à educação e aos cuidados especiais.
  • Todas as crianças têm direito ao amor, à segurança e à compreensão dos pais e da sociedade.
  • Todas as crianças têm direito à educação.Todas as crianças têm direito de não serem violadas verbalmente ou serem agredidas por pais, avós, parentes, ou mesmo a sociedade.

Leave a Reply

RECEBE NOTÍCIAS D'A CASA DO JOÃO!

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: