Autores portugueses no ‘White Ravens’

Quatro livros, escritos ou ilustrados por portugueses estão na lista da melhor literatura para crianças e jovens de 2018, da Biblioteca Internacional da Juventude.

Na mais recente lista divulgada pela organização, e que contém mais de 200 títulos em 38 idiomas, estão os livros A guerra, de José Jorge Letria e André Letria (Pato Lógico), e A bola amarela, de Daniel Fehr, ilustrado por Bernardo P. Carvalho (Planeta Tangerina); O lagarto, um conto dos anos 1970 de José Saramago que teve edição recente com xilogravuras do autor brasileiro J.Borges (Porto Editora), e ‘Sonia Delaunay e, ainda, A life of color, livro de Cara Manes, com imagem da ilustradora portuguesa Fatinha Ramos, editado pelo Museu de Arte Moderna de Nova Iorque.

Fundada em 1949, a Biblioteca Internacional da Juventude é considerada a maior dedicada exclusivamente à literatura para crianças e jovens, com quase 600 mil títulos em 130 línguas e idiomas, abrangendo quatro séculos de história.

Anualmente, esta biblioteca seleciona os melhores livros para a infância e juventude publicados em vários países e diversas línguas, e elabora um catálogo de divulgação internacional, intitulado White Ravens, que é mostrado, juntamente com os livros selecionados, na Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: