5 coisas que fazem os bons pais… (e educadores)

Num texto intitulado Power of Positivity, um grupo de psicólogos da Universidade de Harvard que tem estudado o que torna uma criança bem “educada” nestes tempos de mudança, apresenta 5 segredos para criar uma “boa” criança, a saber:

1 – Passar mais tempo com o seu filho

Passar o tempo com seus filhos significa deixar tudo de lado por um tempo, ler um livro, pontapear uma bola, caminhar juntos, ou apenas jogar um jogo ao ar livre. Em termos simples, interagir (e estar) com a sua criança. Disso, o seu filho não vai esquecer-se nunca. Dos jogos e prendas que lhe deu, por muito valiosas que sejam, vai esquecer-se. O maior desejo das crianças é passar mais tempo com seus pais.

2 – Falar com ele em voz alta

De acordo com estes psicólogos de Harvard, “mesmo que a maioria dos pais diga que o cuidado com seus filhos é uma prioridade, as crianças não estão a ouvir a mensagem.” É um cuidado sem cuidado, sem atenção. A sugestão é clara como água: passe tempo com os seus filhos para descobrir o que está a acontecer na sua vida. Fale com os seus professores, treinadores. Descubra se há alguma mudança no seu comportamento. Permita que o seu filho se sinta confortável para conversar consigo. O seu filho precisa saber que é a prioridade da sua vida. As crianças necessitam de confirmação através de palavras. As palavras são importantes. Converse com ele e partilhe as suas histórias sobre a escola, os trabalhos de casa, os amigos, entre outras coisas.

3 – Mostrar como resolver problemas sem se “stressar” com o resultado

Um dos maiores presentes que pode dar ao seu filho é a capacidade de analisar e resolver problemas. Deixe que o seu filho decida por si mesmo o que quer. Não pode resolver os seus problemas o tempo todo. É saudável permitir-lhe que experimente a vida através de suas próprias lentes. As conquistas são importantes e, ao deixar-lhe determinar o que quer, está a brindá-lo com a consciência da liberdade e da responsabilidade.

Permita que o seu filho venha até si e partilhe os seus problemas e oriente-o para que possa fazer as melhores escolhas possíveis. É difícil dar um passo atrás quando se vê um filho cometer um erro, mas errar faz parte da aprendizagem e da evolução da humanidade.

Rick Weissbourd, um dos subscritores do texto, diz: “Estamos muito focados na felicidade dos nossos filhos. Estamos a fazer que se concentrem apenas em casos de sucesso?” A pressão para a realização pode ter muitos resultados negativos”.

4 – Demonstrar gratidão regularmente

Estes psicólogos dizem que “os estudos mostram que as pessoas que têm o hábito de expressar gratidão são mais propensas a serem úteis, generosas, compassivas, felizes, saudáveis e perdoarem com mais facilidade.” Os pais devem dar tarefas aos seus filhos e, em seguida, expressarem gratidão pelas suas realizações. É importante que as crianças vejam que a gratidão é um dom notável. Sempre que fizerem algo, honre-as e reconheça-as pelo seu desempenho.

É dever dos pais ensinar os filhos a serem compreensivos e compassivos para com os outros. As crianças aprendem pelo exemplo. Leve-as a um abrigo. Permita-lhes que testemunhem como têm sorte em terem uma casa. Ajudar os filhos é não apenas dar-lhes uma oportunidade de serem adultos surpreendentes, mas também remover o preconceito da intolerância e diferença. Tudo começa em casa.

5 – Ensinar a expandir a visão

Deixe o seu filho experimentar o mundo através de sua compaixão. Estes psicólogos referem que “quase todas as crianças simpatizam e preocupam-se com o seu pequeno círculo de familiares e amigos.” Ensine que há mais amigos e gente digna de confiança para além dos familiares.

Ensine o seu filho a ser um bom ouvinte, a interagir sem o uso de tecnologia, a ser compreensivo com outras pessoas de fora de sua família, e não julgar qualquer pessoa com base em sua religião ou nacionalidade. Estamos em tempos cruciais da evolução humana, e esta nova geração tem a capacidade de mudar o nosso mundo. Expor seu filho a diferentes culturas ajuda-o a tornar-se uma pessoa amorosa, gentil e feliz.

Os pais são responsáveis por criar “almas” amorosas. Ajude o eu filho a navegar neste mundo através da compaixão, amor e bondade.

“Criar uma criança respeitosa, carinhosa e ética pode parecer um trabalho árduo. Mas é algo que todos nós podemos fazer. E nenhum trabalho é mais importante ou mais gratificante”, garantem os psicólogos da Universidade de Harvard.

Algumas destas pistas, se não todas, merecem alguma da nossa atenção como pais e como seres humano!

Leave a Reply

RECEBE NOTÍCIAS D'A CASA DO JOÃO!

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: