Crianças e museus: a arte para todos

A arte é uma ferramenta poderosa para ensinar dentro e fora das escolas.

Atualmente, quase todos os museus disponibilizam aos professores, mas também às famílias, recursos para favorecer experiências de aprendizagem únicas e transformadoras. Porque a arte conecta-se com o mundo, estimula o pensamento crítico-analítico, desenvolve a criatividade e a capacidade de comunicação e permite reconhecer e potenciar as emoções.

Os museus há muito que deixaram de ser simples recipientes de obras de arte para se tornarem espaços de aprendizagem, organizando atividades, visitas e workshops específicos para o público em idade escolar e oferecendo aos professores os recursos para promover experiências dinâmicas e memoráveis de aprendizagem, tanto dentro como fora da sala de aula.

A arte é um instrumento poderoso para estimular algumas das capacidades que são cada vez mais necessárias na sociedade do século XXI e, por conseguinte, os museus são vantajosos, porque…

… ajudam a conhecer o passado, compreender o presente e vislumbrar o futuro.

… fomentam o pensamento crítico-analítico, especificamente ligado à leitura de imagens, algo essencial num ambiente como o atual, em que a informação recebida é cada vez mais visual.

… desenvolvem a criatividade; não só no campo plástico, mas no sentido em que ajudam a resolução problemas, como afirma o filósofo e pedagogo espanhol José Antonio Marina: “Quanto mais complexo o mundo, mais criativo precisamos ser para enfrentarmos seus desafios”. Ou o educador inglês, Ken Robinson, que garante que “a forma mais elevada de inteligência consiste em pensar criativamente” e defende a necessidade de um sistema educacional que alimente e não prejudique a criatividade. Cada vez mais cientistas da educação são a favor da introdução da educação artística em todas as etapas escolares, especialmente na primeira infância. “Nos últimos tempos, a pesquisa neurocientífica, evolutiva e pedagógica tem enfatizado que a criatividade e a educação artística devem fazer parte dos eixos fundamentais de um bom projeto educacional”, enuncia a Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, Ciência e Cultura no estudo “Metas educacionais 2021”.

… o contato direto com as obras, produz um ambiente de aprendizagem livre, lúdica, sensorial, de descoberta e exploração muitas vezes física de ideias, abordagens e materiais, não sujeitos a critérios rigorosos ou de sucesso, o que é muito motivador e útil para despertar o interesse dos mais jovens em assuntos nem sempre são fáceis de comunicar.

… são um meio privilegiado para trabalhar as emoções de forma visual e plástica.

Em síntese, a visita ao museu é uma maneira excelente de incorporar a educação artística da criança, na escola e na família. A grande maioria dos museus de hoje tem serviços educativos que organizam atividades multidisciplinares, como visitas guiadas, dramatizadas e workshops, realizadas por animadores, artistas e outros agentes culturais que incentivam os participantes.

Incluam a visita a um Museu no vossos planos educativos!

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: