Livros para ler com os avós…. no dia dos avós 9

João Manuel Ribeiro

A incrível fuga do meu avô (David Walliams & Tony Ross, trad. Rita Amaral, Porto Editora, 2016).

Este livro é incrível. Desde logo porque não é o avô que vem em socorro do neto, como era previsível, mas é o neto, com 12 amos de idade, que faz das tripas coração para impedir que o avô Bandeira, um ilustre piloto da Força aérea Britânica durante a segunda Guerra Mundial vá para um lar de idosos. A verdade é que «certo dia, o avô começou a esquecer-se das coisas. A princípio, eram coisas pequenas. (…). Com o passar do tempo, o avô começou a esquecer-se de coisas mais importantes. (…) O mais surpreendente de tudo era que o avô se esquecera completamente de que era um reformado com uma idade avançada.» «Em vez de apenas contar as histórias, o avô começara a revivê-las. (…). Na sua cabeça, ele era um jovem piloto garboso ao comando do avião de caça Spitfire. Toda a gente na vida do avô tinha dificuldade em compreender isto. À exceção de uma única pessoa. O seu neto, Jack.» Mediante a tentativa, inicialmente cortês e depois inevitável, de colocar o avô no lar de idosos duma aldeia perto de Londres, Jack luta contra tudo e todos para que tal não aconteça, acabando por libertar o avô e por desmascarar o Sr. Banha (que afinal é o reverendo leitão), responsável pelo lar de idosos, que mais não era do que uma forma de sacar dinheiro às famílias, sem cuidar dos idosos. A narrativa é pródiga em aventuras e peripécias que se sucedem a um ritmo que não enfadam o leitor e, de certo modo, o tornam participante do desafio enorme que é sair da realidade para trazer o avô à realidade. Na verdade, Jack, na sua relação «estranha», mas afetiva com o avô, mostra-nos como os avós podem e devem ser cuidados, independentemente das alterações familiares que o seu estado de doença ou velhice possam provocar. Jack encarna o triunfo do carinho e da ternura sobre o utilitarismo e a inevitabilidade da vida e da sociedade. E a verdade é que, ao ler este livro volumoso, compreendemos isso sem que ninguém nos dê nenhuma lição de moral ou faça qualquer discurso politicamente (in)correto. Uma narrativa absolutamente irresistível e divertida… para netos e avós! Enfim, para todos.

Leave a Reply

Obrigado por te juntares à Tribo!

Algo está errado! Tenta de novo, por favor!

A Casa do João will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.
%d bloggers like this: